Skip to main content

EMBAIXADORES

O Concurso Musical “Dein Song für EINE WELT!” (A sua canção por UM SÓ MUNDO!) é apoiado de diferentes maneiras por vários embaixadores de destaque, das áreas de cinema, televisão e música.

Albert N’sanda

Albert N’sanda é um músico, produtor, compositor e artista alemão com raízes congolesas. Um verdadeiro homem multitalentos, que cresceu com a música quase desde o berço. Sua música é profunda, emocional e às vezes muito rítmica. Em várias de suas obras, suas raízes colorem a música com o típico estilo “afrobeat”. Albert já sobe aos palcos desde sua infância e, após vê-lo e ouvi-lo uma vez, as pessoas não o esquecem tão cedo. Com seu brilho pessoal e sua voz extraordinariamente clara, profunda e cheia de sentimento, ele encanta qualquer um. Albert já compartilhou os palcos e sua criatividade com muitos artistas de renome, como Rolf Stahlhofen, Nelson Müller, The Local Ambassadors, SSIO e muitos outros. Como compositor, produtor e cantor, trabalhou em música para e com Culcha Candela, Tom Beck, SSIO, Banda Senderos e diversos outros artistas. Recentemente colaborou com o grupo Jazzkantine no álbum “Mit Pauken und Trompeten”, que ele também acompanhou em turnê como vocalista no ano passado.

Além disso, ele desenvolve intensamente seu projeto passional, o duo “Gorilla Funk”, junto com Johnny Strange, do Culcha Candela. Com o “Gorilla Funk”, ele também trabalha temas de crítica social, prestando uma importante contribuição. Engajamento com temas sociais e integração, transmitido por voz, letra e som. Há pouco tempo, o duo atuou musicalmente em lugares como Ruanda, junto com outros artistas do mundo inteiro, em prol do abastecimento de água potável pela ONG “Viva con Agua”.

Banda Internationale

A banda de metais “Banda Comunale” faz música em Dresden há mais de 15 anos. Eles se inspiram abertamente no patrimônio cultural de países e povos considerados estrangeiros. Boa parte de seu repertório inclui música das regiões de crise do mundo: Norte da África, Bálcãs, Oriente Médio, Colômbia, África Ocidental, Oriental e Central, Leste Europeu. Após mais de 40 shows contra a PEGIDA e em prol de pessoas refugiadas em instituições de acolhimento em Dresden e na região, em 2015 eles lançaram o projeto “Banda Internationale” com músicos refugiados em Dresden, que acabou dando origem a uma banda fixa. Desde então, o coletivo, com quase 20 músicos provenientes da Síria, Palestina, Irã e Iraque, ganhou diversos prêmios e fez mais de 300 shows em Dresden, na Saxônia e em outras regiões da Alemanha. Seu grande objetivo comum era reinterpretar a música nacional, abrir os corações, desconstruir preconceitos e ressentimentos, e contribuir para o entendimento entre os novos habitantes e os que já moram ali há muito tempo – na Saxônia, na Alemanha e na Europa.

Graças à estreita colaboração com músicos de muitas culturas diferentes, e também à experiência acumulada nos últimos dois anos com o trabalho intercultural de pedagogia musical com crianças e jovens, em 2018, a banda fez uma viagem para o país de origem de um de seus músicos, visitando diversas escolas e instituições de ensino em Burkina Faso. Juntamente com Ezékiel Wendtoin, o cantor da banda e vencedor do Prémio Especial África do Concurso Musical 2015, a banda planeou a construção de uma escola em Ouagadougou, que foi entretanto construída e será ocupada por estudantes este ano.

Ees

EES, que na verdade se chama Eric Sell, é um músico namibiano e produtor musical de ascendência alemã. Em suas canções, que ele mesmo descreve como “NAM Flava Music”, ele mistura elementos do kwaito, afro-pop, reggae e hip hop. Para divulgar a música namibiana moderna nos países de língua alemã, EES mudou-se para Colônia em 2004, depois de passar uma temporada na Cidade do Cabo.

No continente africano, a música de EES já recebeu vários prêmios de destaque: Em 2009 ele ganhou o “Listener Choice Award”, no MTV Africa Music Awards, e, com o artista Mandoza, em 2012, o “Channel O Africa Music Video Award”, um dos prêmios musicais mais importantes da África, pela canção Ayoba.

Na Alemanha, EES ficou conhecido também por duas canções sobre a Copa do Mundo de 2010: “Again ‘n Again”, a música oficial da Copa do Mundo na BILD Online, e “Hands Up”, a música oficial da Copa do Mundo da rádio WDR 2. Com a Yes-Ja!-Band, EES também se destacou como vencedor do programa “X Factor” em 2018, na Alemanha.

Jamie-Lee

Desde seu avassalador sucesso no programa “The Voice of Germany”, em 2015, muita coisa aconteceu com Jamie-Lee: ela se apresentou diante de 200 milhões de espectadores de TV no Festival Eurovisão da Canção, seu primeiro álbum “Berlin” foi lançado, e ela ainda foi indicada para o prêmio musical alemão ECHO, na categoria “artista pop nacional”.

A cantora de Hannover não se leva a sério demais, e se sente bem sob os holofotes do palco. Mas Jamie-Lee também tem um outro lado, como ela diz: “Sou uma pessoa emotiva. Às vezes pareço meio atrevida ou espalhafatosa, mas também sou uma pessoa muito reflexiva.” Isto também fica claro em seu grande sucesso “Ghost”, uma canção mística e lânguida que tocou sem parar no rádio e já tem um total de 20 milhões de cliques no YouTube.

Jamie-Lee colaborou com a emissora Toggo e gravou a canção-título alemã para a série “Spirit” da Disney. Esta versão, com quase 8 milhões de cliques, fez mais sucesso que a canção original americana. Graças a esta experiência, ela descobriu a alegria de cantar em alemão. Atualmente, Jamie-Lee trabalha em novas canções em alemão em seu estúdio. Ela compõe suas letras e sua música, podendo assim se envolver por completo e expressar toda a sua personalidade.

Jamie-Lee é vegana e engajada na proteção dos direitos dos animais.

Jess

Jess é muito conhecida na Alemanha, especialmente entre os jovens de 10 a 15 anos de idade, o que se torna evidente por sua grande legião de fãs. Ao lado de Ben, ela apresenta, desde 2010, o programa KiKA LIVE, direcionado para o público jovem, e está no ar de segunda a quinta no canal infanto-juvenil da ARD e ZDF. Por enquanto, ela também apresenta o Tigerentenclub (KiKA, ARD). Além disso, ela apresenta diversos eventos ao vivo, como o KiKA Award, o festival juvenil Courage ou o Welthospiztag.

Jess também atua contra o ódio e notícias falsas na internet, além de ser embaixadora do Bundesverband Kinderhospiz.

Johanna Klum

Johanna Klum está entre as mais simpáticas personalidades do entretenimento jovem na TV. Ela ganhou fama como moderadora do formato premiado da emissora ProSieben, “Elton vs. Simon”. Ela é apresentadora do “Bundesvision Song Contest” (ProSieben) ao lado de Stefan Raab. Além disso, foi moderadora do “SuperKids” (SAT.1) e do show de dança “Got to Dance” (ProSieben), premiado com o Prêmio da TV Alemã. Desde 2010, ela é a moderadora da produção da emissora ZDF/KIKA, “Dein Song” ("A sua canção").

O engajamento social também tem uma grande importância para Johanna. Ela está regularmente envolvida em vários projetos como, por exemplo, a associação “Junge Helden”, que informa sobre a doação de órgãos.

Joyce Candido

Joyce Cândido é uma das mais impressionantes cantoras de samba e MPB da nova geração. Ela foi descoberta há mais de quinze anos por Chico Buarque, e desde então, lançou três álbuns excelentes e de muito sucesso. Seu grande salto para a fama foi em 2006, com um show espetacular no Teatro Rival, que teve várias apresentações e contou com a direção de Bibi Ferreira.

No Brasil, ela participa regularmente como convidada de grandes produções musicais na TV. A carismática cantora também está presente no exterior. Em 2017, recebeu o prêmio de embaixadora musical do Brasil no Press Award, no Japão. Ela já apresentou seus álbuns em várias longas turnês na Europa e na América do Norte. No festival Over the Border, em 2019, ela dividiu o palco com a cantora de fado portuguesa Cuca Roseta, dando um show muito emocionante. No Rio de Janeiro, ela dá voz às novas composições da bossa nova e tem uma grande legião de fãs, principalmente entre o público mais jovem.

KAFVKA

KAFVKA é uma jovem banda do bairro de Lichtenberg, em Berlim, que une os estilos rap e punk com convicções políticas e mensagens claras. O álbum de estreia do KAFVKA, “Hände Hoch!” (Mãos ao alto!) foi lançado em abril de 2016, e catapultou a banda imediatamente para alguns dos maiores palcos ao vivo da Alemanha. Eles se apresentaram, entre outros, no Open Flair, no Taubertal-Festival e até no Rock im Park. No ano seguinte, eles já tocaram para 10.000 espectadores entusiasmados, abrindo o show da famosa banda Die Toten Hosen. Seu lema ao tocar ao vivo pode ser definido em uma única palavra: demolição!

Em 2018, foi lançado o segundo álbum do KAFVKA, “2084”. Muitas canções do KAFVKA são apelos diretos para que as pessoas reconheçam a gravidade dos nossos tempos, assumam sua responsabilidade e ajam de acordo com isso. A faixa “Alle hassen Nazis” (Todos odeiam nazistas) é a canção de maior sucesso na história da banda. KAFVKA comenta a situação política atual de forma contundente, e dirige-se a todos os indivíduos para que assumam sua responsabilidade pelos acontecimentos atuais e ajam de acordo com isso. No entanto, a banda considera importante não assumir uma atitude de “apontar culpados”, mas sim ser um exemplo vivo de suas opiniões. O material promocional da banda atualmente consiste apenas de produtos de segunda mão ou fair trade, e o cantor Jonas é co-fundador da plataforma FLÜCHTLINGE WILKOMMEN (REFUGIADOS SÃO BEM-VINDOS), que busca possibilitar que pessoas refugiadas vivam em residências compartilhadas já existentes.

RICO MONTERO

Riccardo Montero é rapper, formado em engenharia de áudio, palestrante, coach de artistas e diretor administrativo da “Heartbeat Edutainment”. Heartbeat Edutainment é uma organização sem fins lucrativos que promove o potencial de jovens através da educação e do desenvolvimento pessoal com a ajuda da produção musical. Riccardo Montero já recebeu vários prêmios, como, por ex., o Prêmio Come Together para democracia e direitos humanos e o Top 30 entre os 30 empreendedores sociais de maior sucesso. Além disso, ele foi nomeado para o Prêmio Alemão de Integração.

Com seu irmão, ele faz parte da dupla de rap Los Monteroz. O foco da banda com raízes na Alemanha, Espanha e Nigéria está em textos positivos e eventos globais. Isso enfatiza sua intenção artística: em vez de propagar a negatividade, os irmãos querem falar de igual para igual com seu público e oferecer alternativas inspiradoras para uma vida na rua. Os irmãos se destacam na multidão com uma mistura individual de diferentes tradições musicais e som moderno. Seu novo EP, “Rootz”, será lançado em fevereiro de 2021.

SEJA EMBAIXADOR(A) VOCÊ TAMBÉM!


Você tem interesse em apoiar o Concurso Musical como embaixador(a), ou gostaria de receber mais informações sobre como seria uma parceria assim? Então entre em contato conosco por e-mail, no endereço songcontest(at)engagement-global.de ou por telefone no número +49 228 20 71 72 347.