Skip to main content

Composição digital

Quais são os vários jeitos de transformar suas próprias letras em música? Você tem diversas possibilidades: Talvez conheça uma pessoa que toque violão ou piano, e possa ajudar a encontrar a melodia perfeita para a sua letra. Ou você pode cantar ou fazer um “rap” da sua letra, gravar com um microfone e além disso filmar um vídeo. Isso pode ser feito com aplicativos como VivaVideo ou YouTube. Por falar nisso, não se esqueça de que, no Concurso Musical, também há um prêmio especial para o melhor vídeo.

Se você já terminou de escrever e compor sua canção e está procurando um método muito simples para gravá-la, dê uma olhada mais abaixo na seção “Gravando e finalizando sua canção”. Ali nós explicamos como você pode gravar sua canção com o gravador de voz do seu smartphone. Alternativamente, na seção “Gravar uma canção – primeiros passos”, você obtém outras dicas de como gravar e editar as canções usando um aplicativo. Outra possibilidade é musicar sua letra usando um aplicativo de música, assim gerando uma canção completa. Explicaremos melhor este método a seguir.

Neste tutorial, vamos trabalhar com o aplicativo gratuito “Garage Band” (iOS). Ele é fácil de aprender a usar para iniciantes, oferece uma grande variedade de métodos de trabalho e uma boa qualidade de áudio. Nossos vídeos ajudarão você a conhecer melhor o aplicativo e a fazer música com ele. Além disso, disponibilizamos samples gratuitos que você pode utilizar para a sua canção. Para a instalação do aplicativo e da Sound Library completa, além do espaço para samples e gravações, você precisará de aprox. 4 GB de memória livre. Como alternativa gratuita para o “Garage Band”, recomendamos a ferramenta online “Soundtrap” e o programa “Studio One Prime 4”, que você pode utilizar em computadores Mac e Windows. Mais abaixo neste website, você encontra informações sobre estes e outros softwares.

Se houver algum conceito musical que você não conhece, basta olhar no Glossário (em inglês).

Nota: Uma versão em inglês dos seguintes vídeos e do nosso glossário de termos musicais será fornecida em breve.

Gravar uma canção – primeiros passos

No vídeo “Interface de usuário do aplicativo Garage Band” você obtém uma visão geral da estrutura do aplicativo. Resumimos os primeiros passos para a gravação com o “Garage Band” no vídeo seguinte.

Gravando com Audio Interface
Gravando com o aplicativo Garage Band
Interface de usuário do aplicativo Garage Band

Ao trabalhar com aplicativos, é possível tocar e gravar os instrumentos (musicais) virtuais do aplicativo diretamente na tela do smartphone ou do tablet. Mas também é possível tocá-los através de um teclado que possua uma conexão USB ou Bluetooth-Midi.

Para a gravação de instrumentos com um microfone, é indispensável usar um fone de ouvido. Assim, durante a gravação, você poderá ouvir as faixas já gravadas sem que elas sejam gravadas novamente pelo microfone no fundo da nova faixa.

Hoje em dia, a maioria dos microfones embutidos em smartphones e tablets possuem uma qualidade de gravação suficiente. Para um resultado mais profissional, pode-se usar um bom microfone externo, conectado ao computador, tablet ou smartphone através de um Audio Interface. Uma boa opção é, p. ex., um microfone de condensador com membrana grande. O filtro anti-puff deste microfone garante que ruídos de respiração indesejados não serão gravados.

O último dos três vídeos em ciima mostra como funciona a gravação com um Audio Interface e o aplicativo Garage Band.


Às vezes, surgem problemas com a “latência”. Isso significa que, na gravação, ouve-se com um certo atraso aquilo que se toca. Isso pode ser resolvido em alguns aplicativos de Android, selecionando um “Low Latency Driver”. Além disso, é possível diminuir a latência configurando o “Buffersize” (tamanho do buffer) para entrada de som com o menor valor possível nas configurações de áudio dos programas. Mais tarde, durante a edição com efeitos, você deverá então configurar o Buffersize para o maior valor possível. Veja nesta página algumas dicas (em inglês) de como evitar a latência em PCs com Windows.

Elementos musicais para a sua canção

Além dos samples disponibilizados para o Concurso Musical sobre o tema EINE WELT (UM SÓ MUNDO), os aplicativos e programas que sugerimos oferecem mais material musical. Recomendamos baixar completamente as “Libraries” dos programas utilizados sempre que possível. Nelas você encontrará vários loops com samples de bateria, baixo e outros instrumentos, que você pode combinar e utilizar para a sua canção. O vídeo seguinte mostra como baixar a Sound Library completa do aplicativo Garage Band.

Ir para os samples do Concurso Musical

Ao procurar outros loops e samples na Internet, é muito importante prestar atenção para saber se os direitos de utilização estão liberados. No aplicativo Garage Band, estes direitos estão concedidos – ou seja, é permitido utilizar, editar e publicar livremente os loops para o Concurso Musical. Loops e samples de outras fontes devem, pelo menos, estar liberados para o uso não comercial, para que você possa utilizá-los no contexto do Concurso Musical.

Aqui você encontra outros loops:

 

Download da Library no aplicativo Garage Band
Composição com loops

Antes de entrarmos na questão da criação musical, é preciso esclarecer alguns pontos básicos sobre a sua canção. Por isso, tente responder rapidamente às seguintes perguntas:

  • Qual sentimento principal a canção pretende transmitir?
  • Quão intenso é este sentimento?
  • Será uma canção voltada para os sentimentos, para o entendimento, ou para dançar – ou tudo isso ao mesmo tempo?
  • Qual será o estilo?
  • Qual artista poderia cantar uma canção assim?


Então baixe loops que combinem com a sua ideia. O melhor é começar com os loops do aplicativo Garage Band (ou o aplicativo que você usa) e depois acrescentar loops do website do Concurso Musical.

Se você usa o Garage Band no iPhone ou no iPad, salve os loops em Arquivos –> Meu iPhone –> Garage Band –> Garage Band File Transfer.


Se você quer começar no Garage Band com um sample do website, primeiro deve configurar o andamento que o sample possui. Para isso, toque nas configurações da canção, no canto superior direito. Em seguida, você pode arrastar o sample para um clipe vazio, como mostrado no vídeo “Composição com loops”.
 

Fazendo o arranjo: padrões, formatos e acordes

Depois que você carregou alguns loops apropriados nos clipes, é hora de continuar com a fundação musical para a sua canção e com a criação de um arranjo.

  • Os “acordes” formam a base harmônica e são combinados de diversas maneiras diferentes.
  • Fazer o “arranjo” significa decidir quais elementos estarão presentes na sua canção, e em que momento cada um dos instrumentos entrará.
  • Para isso, são utilizados “padrões”, que são elementos musicais recorrentes.
  • “Formato” significa a sequência da canção, p. ex., estrofe, refrão, estrofe, etc.


Para criar um arranjo com um aplicativo, não é preciso entender de acordes. Basta ir experimentando com padrões de violão ou teclado que você ache legais. Você pode usar os padrões de acordes no aplicativo, como é explicado no vídeo. Se você conhece uma pessoa que toca, p. ex., violão ou piano, ela pode lhe dar uma ajuda ou tocar diferentes acordes com o instrumento. Uma boa canção não precisa ter uma harmonia complicada: há muitos hits que usam apenas dois a quatro acordes diferentes, ou até mesmo um único acorde.

Geralmente, as canções são estruturadas em partes de quatro compassos, ou seja, p. ex., no refrão os acordes se repetem sempre após quatro compassos, como mostrado no vídeo seguinte. Você pode gravar clipes de diferentes durações. Faça várias experiências, e configure a duração da gravação antes de gravar (veja também o vídeo “Gravando com o aplicativo Garage Band” sobre isso).

Criando acordes e padrões
Arranjos e formatos
Inventando melodias

Veja aqui um pequeno resumo dos diferentes elementos que podem estar presentes simultaneamente em um arranjo:

  • Batida/ritmo (padrão de bateria)
  • Baixo
  • Acordes rítmicos (vários sons de acorde que são tocados juntos repetidamente)
  • Acordes melódicos (sons de acorde tocados um após o outro)
  • Pads/bases (sons de acorde subjacentes, ou seja, mais longos)
  • Melodia(s) de cantor(a), instrumento ou backing vocal
  • Special FX (efeitos especiais) e ruídos


Muitos compositores escrevem suas melodias simplesmente pegando um verso de sua letra para um acompanhamento, cantando “de qualquer jeito” e assim experimentando diferentes linhas melódicas. Muitos também cantam sem uma letra definida, sílabas como “lalala” ou qualquer outro som, para se aquecer e colocar os motores criativos em movimento. Vários músicos acham útil primeiro falar sua letra ritmicamente, ou fazer como se fosse um “rap”, e então observar se surge uma melodia na cabeça. Experimente o que funciona melhor para a sua canção. A melodia é independente dos acordes, e geralmente funciona até melhor quando a pessoa não fica pensando muito sobre o que os outros instrumentos estão tocando.

Pelo menos, na hora de gravar o seu canto, você vai precisar de um fone de ouvido. Todos os pontos importantes sobre isso estão resumidos no começo do vídeo “Gravando com o aplicativo Garage Band”.

Gravando e finalizando sua canção

Parabéns! Sua canção está quase pronta, e você conseguiu percorrer um longo caminho criativo. Agora vá mexendo nos diversos elementos da sua canção, até chegar a um resultado que lhe agrade – p. ex, acrescentando ainda outros instrumentos. Com a “mixagem” você pode melhorar ainda mais o resultado. Este processo consiste em separar cada um dos instrumentos, atribuindo-lhes diferentes volumes e um lugar na imagem estéreo. Efeitos como, p. ex., eco otimizam o som. O vídeo seguinte explica como finalmente gravar e compartilhar sua canção.

Caso você ache complicado demais trabalhar com o aplicativo, mostramos ainda como você pode gravar sua voz, e, quem sabe, um acompanhamento instrumental, simplesmente com o gravador de voz do seu smartphone.

Efeitos, mixing e finalização
Gravação com o gravador de voz para Android
Gravação com o gravador de voz para iOS

Se o seu resultado ainda não ficar parecendo uma produção profissional, não seja perfeccionista demais. O que conta para o concurso é a ideia e a composição, não a execução prática. Afinal, todas as canções vencedoras serão produzidas profissionalmente em um estúdio de som.

Esperamos que você se divirta experimentando com os aplicativos, e boa sorte ao participar do concurso!

Software alternativo

Existem muitos aplicativos e programas apropriados para gravar e produzir canções. A seguinte lista oferece uma visão geral. Para todos os programas, há diversos tutoriais no YouTube. Também através dos websites dos fornecedores, da ajuda dentro do próprio software ou através de plataformas de eLearning, como www.udemy.com ou www.lynda.com, você pode se familiarizar com os métodos de trabalho. Para começar, damos aqui algumas dicas para os programas SoundTrap e Studio One Prime.

SoundTrap: primeiros passos pela gravação
Studio One Prime: primeiros passos pela gravação
Library, download em Studio One Prime

Também aqui, é bom lembrar: pergunte entre seus amigos quem já tem experiência com os aplicativos. Fazer isso juntos será mais divertido, e várias cabeças pensam melhor do que uma!

Texto: Tobias Rotsch